Cadastro de Produtos
0 seg
Criado por Pedro Marques em 02/10/2018 08:42
Atualizado por Marcel V. F. em 29/01/2019 16:54

Neste artigo iremos apresentar os procedimentos para o cadastro de Produto no sistema NotaJá.

 

Para cadastrar um produto, devemos antes, cadastrar um grupo de produto (o Grupo de Produtos, é uma “ferramenta do sistema” que irá classificar o produto por categorias, sendo esse nomeado da maneira que considerar mais adequada), para isso o usuário deve acessar: Arquivos > Cadastros > Grupo de Produtos ou Produtos.

Após fazer o cadastro do grupo de produto, para fazer o cadastro de Produtos, devemos acessar: Arquivos > Cadastros > Grupo de Produtos ou Produtos.

Na tela de Cadastro de Grupo de Produtos ou Produtos, temos os “Filtros para Pesquisa” com as seguintes opções: Grupo (Consulta ou Inclusão), Código, Descrição, Identificação / Seu Código, e ainda conseguindo utilizar o “Ordenar”, logo abaixo das opções de “Filtro de Pesquisa”, conseguimos ordenar por Ordem Alfabética, Código, Identificação.

Para pesquisar todos seus Grupos de Produtos e Produtos já cadastrados, basta clicar no botão “Pesquisar”, e todos eles irão aparecer do lado direito da tela.

 

Para cadastrar um novo produto, clique no botão “Novo Produto”.

Na tela “Cadastro de Produtos”, na aba “Dados Cadastrais”, selecione um Grupo de produto e em seguida, preencha os campos referentes ao seu produto (Lembrando que apenas os campos com “*” são indispensáveis para realizar o cadastro.). Caso tenha alguma dúvida no preenchimento de algum campo, entre em contato com a sua contabilidade.

Em “Dados do Produto”, no campo “Grupo”, o usuário escolhe um grupo de produto que foi previamente cadastrado, onde o produto a ser cadastrado se enquadre. Caso deseje cadastrar um novo grupo de produtos veja nosso Manual de Cadastro de Grupo de Produtos.

Em “Código Interno”, será sugerido um sequencial de acordo com o grupo de produto escolhido, mas pode cadastrar qualquer código numérico (até 10 dígitos), mas é apenas um código de diferenciação dos demais produtos do sistema, e no campo “Identificação (Seu Código Produto)” deve informar o código do seu produto, o código que vai aparecer na nota.

No campo “Descrição”, o usuário preenche com a descrição do produto.

Em “Unidade de Medida”, selecione a unidade de medida correspondente com seu produto e no campo Unidade de Medida p/ Exportação” informe a unidade de medida que será exibida quando for uma nota de exportação.

Em “Dados de Volume”, pode ser informado a “Embalagem”, “Peso Líquido” e “Qtde. Prod, por Embal.”, que posteriormente podem ser úteis para o cálculo automático de Quantidade, Volume e Peso Total da nota.

Em “Valores do Produto” existem os campos de valores, que não são obrigatórios, exceto o campo “Valor de Venda” para emissão de cupom fiscal que é obrigatório. Para a emissão de notas se informando o campo, o valor informado nesse campo aparecerá automaticamente no campo de “Valor Unitário” na página da emissão cupom. Caso informado valor nesse campo, na emissão de nota fiscal tem a mesma função. E os demais campos são para uso interno, caso queira ter esse tipo de controle.

Para clientes que emitem cupom fiscal, é possível exibir a imagem do produto na adição dos itens, na página de emissão do cupom, para isso pode ser utilizado o campo “Imagem do Produto”, em que é possível adicionar uma imagem do seu produto.

No campo “Produto Específico”, selecione o produto específico da lista, o que pode ser: Veículo Novo, Combustível / Lubrificante, Papel Imune e Medicamento / Matéria-prima Farmacêutica, ou então deixe a opção “Não”, caso seu produto não esteja listado, ou seja, não seja específico.

Em “Dados de Estoque”, é possível informar ao sistema seus dados de estoque para que sejam utilizados no Controle de Estoque, para isso preencha os campos “Qtde. Mínima” informando a quantidade mínima que o mesmo deve conter no estoque, “Qtde. Ideal” informando a quantidade perfeita que esse produto sempre deve conter no estoque, “Qtde. Inicial” para a quantidade correspondente em estoque antes do cadastro desse produto no sistema (esse campo é liberado apenas no cadastro deste produto, não mais nas próximas edições do mesmo) e o campo Saldo Atual que irá sempre mostrar o saldo deste produto no estoque.

Depois disso podemos clicar em "Próximo" na parte inferior da tela, ou clicar na segunda aba "Dados Tributários”, nessa aba são inseridos todos os dados em relação aos impostos de seu item. (Lembrando que apenas os campos com “*” são indispensáveis para realizar o cadastro.). Caso tenha alguma dúvida no preenchimento de algum campo, entre em contato com a sua contabilidade.

Em “Dados Fiscais” temos alguns campos importantes, como NCM, Origem, CEST, CFOP, CFOP p/ Cupom e Tipo de Imposto.

O NCM é um código de classificação fiscal de produtos, clicando no ícone da “Lupa” ao lado do campo NCM é possível consultar a tabela de NCMs cadastrados no sistema. Verifique com a sua contabilidade ou seu fornecedor, qual NCM se encaixa melhor seu produto.

Em “Origem”, o usuário seleciona qual a origem do seu produto, consulte também sua contabilidade ou seu fornecedor caso tenha dúvidas.

Em “CEST”, deve ser informado o Código Especificador da Substituição Tributária, é um campo obrigatório apenas para produtos vendidos com substituição tributária, pode inclusive clicar no ícone da “Lupa” para verificar todos pertencentes no sistema, caso tenha dúvidas em qual CEST informar, consulte sua contabilidade.

No campo “CFOP”, deve informar a natureza de operação que deseja deixar cadastrada automática neste produto, da mesma forma que o campo “CFOP p/ Cupom”, em que se informa a natureza de operação que deseja deixar cadastrada automática neste produto, porém para emissão de cupons fiscais, caso tenha dúvidas nestes dois campos, consulte sua contabilidade.

Em “Tipo de Imposto” digitamos o código do tipo de imposto no qual a descrição se encaixe melhor com a tributação para este produto. Ao clicar no ícone da “Lupa” ao lado do campo “Tipo de Imposto” é possível consultar e selecionar os tipos de imposto cadastrados no sistema.

Em “ICMS” de acordo com o Regime Tributário da sua empresa, estará habilitado, o campo “CST ICMS” (para Regime Normal) ou “CSOSN Simples” (para Simples Nacional), de acordo com seu regime tributário, preencha um dos campos habilitados com a tributação de ICMS para esse produto, e caso seja necessário preencha os demais campos de ICMS, caso tenha alguma dúvida no preenchimento desses campos, consulte sua contabilidade.

Em “PIS” deve ser informado o “CST PIS” que é o código da situação tributária do PIS, neste campo, o deve ser selecionado a opção de tributação de PIS para esse produto, e no campo “% PIS”, deve ser informado o percentual do PIS caso seja necessário, caso tenha alguma dúvida no preenchimento desses campos, consulte sua contabilidade.

Em “COFINS” deve ser informado o “CST COFINS” que é o código da situação tributária do COFINS, neste campo, o deve ser selecionado a opção de tributação de COFINS para esse produto, e no campo “% COFINS”, deve ser informado o percentual do COFINS caso seja necessário, caso tenha alguma dúvida no preenchimento desses campos, consulte sua contabilidade.

Em “IPI” deve ser informado o “CST IPI” que é o código da situação tributária do IPI, neste campo, o deve ser selecionado a opção de tributação de IPI para esse produto, nos campos “Enq. Legal” e “Enq. IPI” deve ser informado o enquadramento legal do IPI para o seu produto, e caso seja necessário preencha os demais campos de IPI, caso tenha alguma dúvida no preenchimento desses campos, consulte sua contabilidade.

 

Na aba “Parâmetros/Dados Complementares” em “Parâmetros : Unidade de Medida Tributável”, é possível selecionar se deseja trabalhar com uma unidade de medida tributável diferente da unidade de medida comercial, para isso marque a opção sim, outra coisa, é em relação a calcular a quantidade tributável com base no peso líquido do produto, se preferir desta forma, marque sim, ou então marque não caso prefira considerar a quantidade de produtos por embalagem, marcando sim nesta última opção irá habilitar o campo “Unidade de Medida Tributável”, e o campo “EAN (GTIN / Código de Barras Tributável)”, e então basta preenchê-los.

Além dos dados de unidade de medida tributável, é possível em “Dados Complementares”, no campo “Informações Complementares”, colocar informações deste produto que ficarão ocultas, apenas disponíveis e visíveis na tela do cadastro deste Produto. Ainda na aba de “Parâmetros / Dados Complementares” em “Dados de Fabricação” deve-se informar os dados referentes a fabricação e o fabricante.Na aba “Rastreabilidade/Lotes do Produto” ao clicar no botão “Novo”, é possível cadastrar o Lote do Produto, para isso basta preencher as informações de seu produto nos campos: Número do Lote, Data Fabricação, Quantidade de Prods. Lote, Data Validade e Código de Agregação. Para medicamentos e/ou matérias primas farmacêuticas é possível identificar seu produto também, preenchendo o campo Código de Produto da ANVISA o Preço Máximo Consumidor. Para salvar, clique em: “Adicionar ou Salvar Edição do Lote”.

Após preencher todos os campos necessários, basta clicar em “Salvar”, que se encontra na parte de baixo de todas as telas de Cadastro de Produtos, e seu produto estará cadastrado.

O que você achou deste artigo?
Últimos artigos visitados